BACKDROP FALLS LANÇA CLIPE EXCLUSIVO VIA DYING SCENE (USA)

Os punk rockers do Backdrop Falls formado por Matheus Collyer (vocal e guitarra), Rafael Neutral (guitarra), Ilton Tiger (baixo) e Roger Capone (bateria) veteranos da cena musical na América Latina que dividiram palco com artistas como Sum 41, Face to Face e Against Me, e tendo tocado nos principais festivais de música brasileira, acabam de lançar o videoclipe da faixa “My Own Remains“, música que faz parte do disco “There’s no Such Place as Home” através do portal americano Dying Scene.

O clipe que foi dirigido pelo baterista Roger Capone, apresenta dois universos diferentes colidindo: real e irreal. A trama se desenvolve quando o cantor aparentemente é enterrado vivo enquanto a banda tenta desenterrá-lo e resgatá-lo. A idéia é que o vocalista não é realmente enterrado em um caixão no subsolo, mas sob a ilusão dele, em algum lugar entre a realidade e algum tipo de pesadelo, preso em sua própria mente.

Foto por Eduardo Abreu

Com sua atmosfera inspirada nos clássicos filmes de terror dos anos 50/60, o vídeo foi feito em colaboração com o artista Raoni Volker (Hug Your Chaos), responsável por projetar a capa do álbum “There’s no Such Place as Home“.  A arte gótica de Volker define o humor dos pensamentos ilusórios de Collyer, seguindo o mesmo tipo de ambiente preto e branco que a banda vem adotando para o primeiro conjunto de vídeos musicais.

Todo o enredo do vídeo foi desenvolvido como pano de fundo para a letra da música, que é uma reflexão sobre a capacidade de se concentrar, pegar as peças deixadas para trás e começar de novo, apesar das dificuldades que possam aparecer ao longo do caminho.

SPOTIFY | YOUTUBE | DEEZER |GOOGLE PLAY | LETRAS

Assista o vídeo de “My Own Remains” abaixo:

Leia também:
* ENTREVISTA: Backdrop Falls conquista os fones de ouvido de jovens ao redor do mundo

* Backdrop Falls apresenta disco com clipe da ótima “Reach The Sky”

*ENTREVISTA: Falamos com o Backdrop Falls sobre o Garage Sounds 2019

*Backdrop Falls: clipe em homenagem às mulheres inspirado pela obra do Bad Religion